• Abordagem da clareza e da organização do conteúdo do curso: Análise de envolvimento

    Um curso bem-estruturado é fundamental para criar uma experiência de aprendizagem otimizada aos alunos. Neste artigo, analisaremos as técnicas utilizadas para autodiagnosticar seu curso. Vamos analisar tanto as micro quanto as macroestruturas -- desde aulas individuais até seções e a Grade Curricular do Curso como um todo.

    Em seguida, analisaremos algumas estratégias para atualizar sua clareza e organização – dividimos esta seção em Vitória imediata e Tratamento completo. Vitória imediata é exatamente isso -- maneiras rápidas de aumentar a qualidade da experiência do aluno em seu curso. Para os instrutores dedicados que queiram apostar tudo e elevar o nível dos seus cursos, falaremos sobre atualizações maiores em Tratamento completo.

    Clareza e estrutura do conteúdo do curso

    Instrutores bem-sucedidos fazem assim:

    Eis algumas melhores práticas que os instrutores têm usado para oferecer cursos com conteúdos claros e organizados aos alunos:
    Estrutura do Curso

    • Aborde apenas um conceito por aula. Não tente cobrir coisas demais em uma única aula. Mantenha a simplicidade; utilize apenas um conceito específico e aborde 3 a 5 pontos sobre esse conceito.
    • Aborde uma habilidade por seção. Dê aos alunos a oportunidade de evoluir cada vez mais a cada aula. Uma seção deve conter entre três e cinco aulas e ajudar os alunos a adquirir uma nova habilidade relevante.
    • Certifique-se de que as seções abordem todos os objetivos estabelecidos para o curso. Embora cada seção deva ajudar os alunos a adquirir uma nova habilidade, todas as seções devem proporcionar conjuntamente todas as habilidades que o curso prometeu. Sendo assim, certifique-se de que o conteúdo contribua com os objetivos estabelecidos para o curso.
    • Aborde constantemente seu aluno-alvo. Certifique-se de que o conteúdo do seu curso tenha sido criado com um aluno-alvo em mente e que esse aluno seja abordado diretamente durante o curso.

    Clareza nas Explicações

    • Inclua um resumo em cada aula. Comece ou termine cada aula com um resumo que apresente o que os alunos devem aprender nela.
    • Gerencie o que seus alunos veem. Os alunos gostam quando os instrutores ampliam ou destacam visualmente a parte da tela que é mais relevante para o que o instrutor está dizendo. Em vídeos ao vivo, tente sobrepor palavras-chave, congelar o enquadramento ou usar um telestrator.
    • Não desvie o assunto. Evite falar sobre temas relacionados que não são imediatamente necessários ou relevantes para o assunto da aula.
    • Explique todos os jargões. Sempre que você introduzir um termo que possa ser novo para os alunos, defina esse termo no contexto do conceito que está sendo explicado.

    Se você já estiver fazendo tudo isso, ótimo trabalho! Caso queira experimentar essas sugestões ou fazer melhorias no seu curso nesta área, eis alguns passos a seguir para garantir uma experiência de aprendizagem incrível aos alunos.

    Vitória imediata (2 horas ou menos)

    Crie uma aula de introdução (se você já não tiver uma) ou grave novamente uma nova aula de introdução que responda às seguintes perguntas dos alunos:

    1. A quem este curso é destinado?
    2. O que vou aprender, e por quê?
    3. Por que você é o instrutor certo para ensinar?
    4. Este curso será interessante e/ou divertido?

    Use este artigo para criar um roteiro de exemplo e adaptá-lo ao seu próprio curso; tome-o um processo para receber feedback sobre a estrutura de sua introdução.

    Tratamento completo (aborda a maioria das preocupações dos alunos)

    Se você realmente quiser garantir um curso mais limpo e organizado possível, eis o que pode fazer.

    Etapa 1: Identifique o conteúdo do curso
    Analise o seu curso e, para cada seção:

    • Identifique o conceito coberto em cada aula
    • Identifique a habilidade coberta em cada seção

    Etapa 2: Faça uma introdução de cada seção
    Faça uma nova aula para cada seção na qual você:

    • Apresenta o objetivo principal da seção
    • Descreve o que os alunos devem aprender em cada aula naquela seção
    • Certifique-se de que as aulas introdutórias sejam claras, concisas e organizadas; evite jargões e informações irrelevantes. Filme ao vivo sempre que possível.

    Como avançar no próximo curso

    Quer facilitar para você mesmo a organização e criação de conteúdos claros em seu próximo curso? Consulte nosso artigo Ensino estruturado e também este artigo, que explica como você pode receber feedback pelo resumo do curso.

    Ler artigo
  • Como lidar com a postura do instrutor Análise de envolvimento

    Se os alunos não o enxergarem como um instrutor confiante e confiável, eles não vão gostar de aprender com você. A sua postura é importante porque, se os alunos não conseguirem acompanhá-lo, não conseguirão aprender com você! Neste artigo vamos explicar como fazer um autodiagnóstico do seu curso para demonstrar credibilidade, confiança e postura. Sabemos que aparecer na câmera pode ser difícil; sendo assim, criamos vários passos claros e úteis para que você faça o processo parecer mais fácil.

    Em seguida, analisaremos algumas estratégias para atualizar sua credibilidade, confiança e postura – dividimos esta seção em Vitória imediata e Tratamento completo. Vitória imediata é exatamente isso -- maneiras rápidas de aumentar a qualidade da experiência do aluno em seu curso. Para os instrutores dedicados que queiram apostar tudo e elevar o nível dos seus cursos, falaremos sobre atualizações maiores em Tratamento completo.

    Credibilidade, Confiança e Postura do Instrutor

    Instrutores bem-sucedidos fazem assim:

    Eis algumas melhores práticas que os instrutores têm usado para passar confiança, oferecer aulas excelentes e gerar confiança ao mesmo tempo em que motivam os alunos:

    Postura do instrutor

    • Fale claramente e evite pronunciar errado as palavras. Os alunos deixam feedbacks negativos quando não conseguem entender o instrutor. Evite a incompreensão do aluno falando com clareza, cuidado e precisão.
    • Demonstre curiosidade genuína pelo assunto. Seja sua primeira ou a vigésima vez explicando algo, os alunos gostam de instrutores que conseguem convencê-los de que o assunto é realmente interessante e digno de aprofundamento. Não tenha medo de demostrar a sua paixão pelo tema!
    • Demonstre entusiasmo em ajudar as pessoas a aprender mais sobre o tema. Você gosta de ensinar? Faça com que seus alunos saibam que você quer ajudá-los a aprender, identificando suas principais preocupações e resolvendo-as sempre que possível.
    • Edite e corte todos os "ahãs", pausas e erros verbais. Mantenha os vídeos limpos e livres de erros. Edite e corte todos os equívocos verbais, pausas longas ou outros erros que possam distrair os alunos. Podem ser pequenos (“umms”, “ahhs”, fungadas) ou grandes (assoar o nariz, derrubar um objeto, sair da filmagem).
    • Dê preferência à habilitação de legendas. Alguns alunos gostam muito de ler as palavras do instrutor ao mesmo tempo em que elas são pronunciadas. Embora seja totalmente opcional, é algo a ser considerado ao criar conteúdos mais globalmente acessíveis.
    • Responda às perguntas nos fóruns de discussão. Os alunos se dizem mais satisfeitos quando os instrutores respondem às suas perguntas ou iniciam debates nas seções de Perguntas e respostas.

    Se você já estiver fazendo tudo isso, ótimo trabalho! Caso queira experimentar essas sugestões ou fazer melhorias no seu curso nesta área, eis alguns passos que você pode seguir para garantir uma experiência de aprendizagem incrível para seus alunos.

    Vitória imediata (2 horas ou menos)

    Analise suas aulas e edite todos os erros óbvios, pausas longas ou informações irrelevantes.

    1. Começando com sua primeira seção, assista às suas aulas e procure por pausas longas, erros óbvios ou informações irrelevantes. Sempre que você encontrar alguma dessas ocorrências, anote a aula e o momento ocorrido.
    2. Com seu software de edição de vídeos e os arquivos de vídeo mestres de cada aula, edite e corte todos os erros encontrados acima.
    3. Substitua os vídeos da aula na Udemy com os recém-editados.

    Tratamento completo (aborda a maioria das preocupações dos alunos)

    Se realmente quiser garantir que o seu curso esteja o mais limpo e organizado possível, eis o que você pode fazer:

    • Amplie seu entusiasmo. Além de editar e cortar os erros (em Resultados Rápidos), identifique os pontos nos quais os temas discutidos poderiam ter mais contexto. Há algum outro momento em que seu entusiasmo, curiosidade natural ou senso de humor poderiam estar mais presentes na aula?
    • Atualize suas aulas. Sempre é possível tornar sua aula mais atrativa, seja fazendo uma nova gravação ou adicionando um pouco de "cor". Além disso, inclua uma lista de termos importantes usados nas aulas e também links para as definições, assim você proporciona mais contexto e explica certos jargões que seus alunos podem não conhecer.

    Como avançar no próximo curso

    Quer facilitar para você mesmo a motivação dos alunos em seu próximo curso? Utilize nosso tutorial sobre aulas instrucionais para ajudá-lo a criar aulas incríveis que os alunos vão adorar.

    Ler artigo
  • Como adicionar exercícios e recursos práticos: Análise de envolvimento

    Estruturar suas aulas é o primeiro passo para criar a Grade Curricular do Curso. Para realmente garantir a melhor experiência de aprendizagem possível aos alunos, certifique-se de adicionar exemplos, exercícios e recursos práticos que incentivem o envolvimento deles com o seu método de ensino.

    Neste artigo, mostraremos como você mesmo pode diagnosticar seu curso para ver se você está agindo certo em reforçar o aprendizagem de seus alunos. Também vamos mostrar como incluir interação do começo ao fim do curso, sem restringir-se apenas aos questionários.

    Em seguida, analisaremos algumas estratégias para atualizar sua clareza e organização – dividimos esta seção em Vitória imediata e Tratamento completo. Vitória imediata é exatamente isso -- maneiras rápidas de aumentar a qualidade da experiência do aluno em seu curso. Para os instrutores dedicados que queiram apostar tudo e elevar o nível dos seus cursos, falaremos sobre atualizações maiores em Tratamento completo.

    Adicionando Exercícios e Recursos Práticos

    Instrutores Bem-sucedidos Fazem Assim

    Eis algumas melhores práticas que os instrutores têm usado para envolver os alunos em seus cursos por meio de exercícios e atividades práticas de aprendizado:

    Exercícios práticos

    • Inclua um exercício ou atividade prática por seção. Em cada seção do seu curso, inclua uma atividade de aprendizagem (questionário, exercício, projeto e/ou prompt de discussão) que ajude o aluno a aplicar o conhecimento obtido naquela seção. Por exemplo: você pode finalizar uma seção oferecendo uma tarefa que os alunos precisem desempenhar no mundo real e um prompt de discussão para que eles comuniquem o progresso ou os resultados dessa tarefa.
    • Descreva como a atividade é relevante. Os alunos precisam saber o porque eles devem responder a um questionário ou fazer um exercício. Descreva como as atividades se relacionam com o conteúdo e o que os alunos devem aprender ao concluí-las.
    • Faça a ligação entre a atividade e os objetivos do curso. Os alunos querem saber se a atividade os ajudará a atingir seus objetivos. Descreva como cada atividade completada os colocará mais próximos de seus objetivos gerais no curso. Você pode fazer isso com um vídeo rápido, que apresente a atividade (por exemplo: preparar um questionário com o contexto das perguntas nele contidas), ou que descreva, no texto, como a atividade está relacionada ao objetivo do nível da seção (por exemplo: "esta atividade desafiará sua capacidade de aplicar os conceitos que você acabou de aprender, incluindo...")
    • Forneça todos os recursos necessários para cada atividade. Os alunos reclamam muito quando não têm os recursos certos para concluir um projeto ou exercício. Evite isso fornecendo todos os recursos necessários para os alunos, de modo que eles possam iniciar e completar facilmente cada exercício. Se a atividade aplicada for um questionário, utilize questões de múltipla escolha e sempre inclua o feedback para cada resposta que o aluno puder selecionar.


    Se você já estiver fazendo tudo isso, ótimo trabalho! Caso você queira experimentar essas sugestões ou fazer melhorias no seu curso nesta área, eis algumas opções para você.

    Vitória imediata (2 horas ou menos)

    • Pense a respeito do seu curso e o que ele abrange. Você já tem atividades de aprendizagem que os alunos ainda não conhecem? Há 1-2 projetos que os alunos poderiam fazer como parte da participação ou conclusão de seu curso?
    • Se você já possuir alguns questionários, exercícios práticos ou outras atividades em seu curso, deixe que os alunos as conheçam e saibam como elas poderão ajudá-los em suas aulas de introdução.
    • Se você ainda não tem nenhuma, pense em uma ou duas maneiras para os alunos demonstrarem que aprenderam o que foi ensinado a eles durante o curso. Por exemplo, em um dos seus vídeos, você pode pedir para que eles apliquem no mundo real o que aprenderam, e então fazê-los iniciar uma discussão com o que foi descoberto.
    • Dê a eles todos os recursos necessários para completar o exercício (por exemplo: uma planilha de dados em um curso de Excel, uma imagem para manipular em um curso de Photoshop ou uma série de posições para praticar em um curso de Ioga).
    • Faça um novo vídeo introdutório que descreva as atividades criadas nos passos anteriores, explicando por que elas são relevantes ao curso e como os alunos podem aproveitá-las ao máximo.

    Tratamento completo (aborda a maioria das preocupações dos alunos)

    • Para cada seção no seu curso, crie um exercício prático solicitando que o aluno aplique o que foi aprendido dentro de um questionário, projeto ou discussão.
    • Se precisar de inspiração, use as etapas acima ou pergunte a seus colegas instrutores do Udemy Studio.

    Como avançar no próximo curso

    Quer facilitar para você mesmo a criação de atividades de aprendizagem em seu próximo curso? Use este artigo para criar atividades de aprendizagem incríveis, que os alunos vão adorar, e não deixe de conferir nosso artigo: Reforço de aprendizagem: padrões de qualidade.

    Ler artigo
  • Como melhorar a qualidade de áudio e vídeo: Análise de envolvimento

    A qualidade de áudio e vídeo é uma das partes mais importantes do seu curso. O vídeo não precisa ser superproduzido, mas é importante garantir que a produção técnica não distraia os alunos do conteúdo do curso. Se os alunos não puderem vê-lo e ouvi-lo corretamente, eles não conseguirão aprender com você!

    Neste artigo vamos explicar como fazer um autodiagnóstico do curso para identificar problemas potenciais de áudio e vídeo que possam distrair os alunos nas suas aulas. Em seguida, analisaremos algumas estratégias para melhorar a qualidade de áudio e vídeo – dividimos esta seção em Vitória imediata e Tratamento completo. Vitória imediata é exatamente isso -- maneiras rápidas de aumentar a qualidade da experiência do aluno em seu curso. Para os instrutores dedicados que queiram apostar tudo e elevar o nível dos seus cursos, falaremos sobre atualizações maiores em Tratamento completo.

    Sua Qualidade de Áudio e Vídeo

    Instrutores Bem-sucedidos Fazem Assim

    Eis algumas das melhores práticas que os instrutores têm usado para gerenciar a qualidade técnica das aulas gravadas:

    • Áudio normalizado e consistente em todas as aulas. Grande diferenças no volume ou inconsistências de áudio nas aulas gravadas contribuem para empobrecer a experiência do aluno. Evite que isso aconteça. Normalize seu áudio e garanta a consistência entre as aulas.
    • Vídeo de alta definição (HD) em todas as aulas. Grave tudo com resolução igual ou superior a 720p. Resoluções inferiores não vão funcionar nos cursos da Udemy. Para conhecer todas as configurações exigidas e recomendadas pela Udemy, leia este artigo.
    • Vídeo não muito claro nem muito escuro. Ajustar corretamente a iluminação do vídeo não é tão difícil quanto parece. Use os recursos de ajuste de branco e técnicas de iluminação adequadas para que os elementos sejam vistos com clareza, mas não fiquem tão brilhantes a ponto de distraírem.
    • Faça com que todo o texto fique legível em vários dispositivos. Alunos que usam dispositivos móveis esperam ver claramente o texto e as imagens da sua aula. Para facilitar a vida dos alunos, use letras grandes, indique para onde eles devem olhar e amplie quando necessário. Assim, seu curso poderá ser consumido em qualquer lugar, a qualquer momento.

    Se você já estiver fazendo tudo isso, ótimo trabalho! Caso você queira experimentar essas sugestões ou fazer melhorias no seu curso nesta área, eis algumas opções para você.

    Vitória imediata (2 horas ou menos)

    1. Analise suas aulas e identifique inconsistências nos níveis de áudio.
    2. Normalize o áudio dos trechos inconsistentes usando sua ferramenta de edição preferida.
    3. Use o upload em massa para adicionar facilmente seus novos vídeos ao curso.

    Tratamento completo (aborda a maioria das preocupações dos alunos)

    1. Analise suas aulas e grave novamente os vídeos que não atendam a todos os critérios acima.
    2. Antes de gravar todas as novas aulas, recomendamos o envio de um vídeo de teste para que a equipe de Avaliação da Udemy forneça a você um feedback sobre a nova configuração.
    3. Para uma excelente gravação em vídeo, confira o curso Wistia da Udemy.

    Como avançar no próximo curso

    Quer facilitar a gravação de aulas com alta qualidade ao criar seu próximo curso? Clique aqui.

    Ler artigo